Buscar
  • Forlac

Produção de leite deverá crescer 2% ao ano


Estudo realizado pela TCP Partners – firma de investimentos, gestão e fusões & aquisições – constatou que o setor de laticínios no Brasil participa com 11,3% da cadeia produtiva de alimentos, sendo o terceiro segmento mais importante. Com receita líquida anual de R$ 82,7 bilhões/ano, é composto por pequenos, médios e grandes produtores de todas as regiões do Brasil. Ainda segundo o levantamento, Minas Gerais é o maior produtor do país e representa 1 ⁄ 4 de toda produção de leite brasileiro. O Brasil é o 6° maior produtor global de leite, com 27 bilhões de litros/ano.

Considerando também a produção informal, a produção brasileira alcança 35 bilhões de litros/ano, sendo o 4° maior produtor mundial.

De acordo com os dados divulgados pela assessoria, ao analisar o crescimento desse setor, o estudo ainda projeta alta anual de 2% da produção de leite nos próximos dez anos e o consumo per capita deverá crescer entre 1,3% e 1,9% ao ano. Nesse cenário, a receita dos laticínios deverá registrar um crescimento médio anual de 4,0%.

Diante dessas perspectivas favoráveis, muitos investidores – nacionais e internacionais – estão “de olho” nas empresas do setor para desenvolverem suas teses de investimentos.

O setor de laticínios tem muitas oportunidades e logo muitas empresas deverão capital na Bolsa.

Os preços do leite saltaram 4,6% no leilão global durante a noite para atingir um pico de oito anos, já que a oferta apertada de leite estimula a demanda pela maior commodity de exportação da Nova Zelândia.


Fonte: EdairyNews

2 visualizações0 comentário