Buscar
  • Forlac

Fazenda Colorado produz 100 mil kg de leite em 24h


A Fazenda Colorado, primeira colocada no Ranking Top100 por 8 anos consecutivos, alcançou em agosto/2021 a produção de 100 mil quilos de leite em 24 horas de produção – aproximadamente 97 mil litros. A conquista é um grande marco na história da pecuária leiteira do país e fruto de muito trabalho e dedicação.

A história de sucesso da Fazenda Colorado teve início em 1964 quando o Sr. Lair Antônio de Souza adquiriu 100 alqueires em Araras/SP, e iniciou uma tímida produção leiteira. Em 1980, colocando em prática sua visão empreendedora, Sr. Lair Antônio adquiriu a fazenda vizinha, até então conhecida como Fazenda Bom Jesus, transformando a Fazenda Colorado em uma das maiores fazendas leiteiras do país.


Com a expansão, houve a ideia de implementar um laticínio na propriedade e em 1982 foi inaugurado o Laticínios Xandô, com o princípio de ser a pioneira em venda de leite tipo A pasteurizado em saquinho. A obtenção do título de leite tipo A é consequência de muito esforço e dedicação para produzir e envazar leite de qualidade dentro da propriedade. Após 8 anos do início das atividades, o laticínio passa a comercializar o leite tipo A engarrafado no estado de São Paulo.

A Fazenda Colorado, que sempre teve em suas diretrizes manter suas instalações com o que há de mais moderno e proporcionando o máximo de conforto aos animais, em 2006 realizou um grande investimento no projeto da ordenha mecânica mais moderna da época, conhecida como espinha de peixe e, em sequência, no ano de 2012, foram investidos cerca de R$70 milhões em um novo e sistema de ordenha do tipo carrossel, no galpão climatizado dos animais e na construção de um novo laticínio para industrialização do leite – recursos que, na época, foram obtidos através do BNDES.

Com esse investimento, além de um novo sistema carrossel com capacidade para ordenhar 72 vacas a cada 9 minutos, os animais passaram a ser confinados em um sistema chamado “cross ventilation”, onde a temperatura e a iluminação podem ser mais bem controladas, trazendo o máximo de conforto para o rebanho.


Com cerca de 27 mil metros quadrados de ambiente climatizado, incluindo a maternidade, o barracão é capaz de alojar 2000 vacas em lactação e mais 200 vacas na maternidade. O sistema composto por placas evaporativas e exaustores chamado de “cross ventilation”, é capaz de abaixar a temperatura entre 8° a 12°, dependendo da umidade relativa do ar externo. O ambiente controlado reduz o estresse e melhora o bem-estar e performance dos animais.

Carlos Pasetti – conhecido como Beto, filho do Sr Lair Antonio, que acompanha o pai desde os 9 anos de idade na lida dos animais, juntamente com toda a família, Luiz Antônio, Regina Elena, Célia e a mãe Maria, deram sequência aos planos do pai e fizeram da Fazenda Colorado a maior produtora de leite do Brasil.

Quanto atingiu a primeira colocação no Top100 produtores de leite do país em 2014, a Fazenda Colorado tinha sua média de produção em torno dos 53,5 mil litros de leite por dia e no último levantamento, atingiu a marca de média diária de 80 mil litros. O avanço de cerca de 49,5% da produção é devido a uma série de fatores além do aumento de rebanho, como investimento em genética, conforto, bem-estar animal e manejo adequado, além do desenvolvimento contínuo dos colaboradores.

Beto relembra o recorde anterior da Fazenda, em 2020, quando a produção alcançou o pico de 96 mil quilos de leite no dia e explica que, a partir daí, o novo objetivo passou a ser os 100 mil quilos.

Mas mesmo para a maior produtora de leite do Brasil, elevar a produção da propriedade é um desafio. O objetivo de aumento da produção mantém os funcionários engajados em busca da melhora nos resultados e acaba sendo uma forma de driblar os altos custos de produção.

A Fazenda Colorado conta 86 com profissionais capacitados e engajados diretamente com os animais que auxiliam todo o sucesso da produção. Sergio Soriano, Médico Veterinário e Gestor da fazenda ressalta a importância dos cuidados com o rebanho. “Manter excelência nos cuidados diários com os animais, seja na questão do bem-estar ou com a parte sanitária e reprodutiva, torna o negócio muito mais viável e produtivo”.

Beto afirma que é essencial poder contar com pessoas que sabem a importância de ter um rebanho bem cuidado e mantendo o bem-estar animal, pois os animais traduzem este conforto em altas produções.

Mesmo tendo excelentes padrões e resultados, a Fazenda Colorado permanece em busca de melhorias e pretende agora avançar com as médias por animal. Beto afirma que sua nova meta é de 90 mil quilos de média de produção diária ainda em 2021. “Eu quero sempre melhorar a eficiência do rebanho. Para isto, tanto a genética, como todos os outros fatores envolvidos neste projeto como qualidade dos alimentos, cuidados com as rotinas diárias, o desenvolvimento humano, rastreabilidade, bem como nossa sustentabilidade, serão sempre pontos de melhoria, conseguindo assim, uma produção por animal mais eficiente", declarou.


Fonte: Ranking Top100 MilkPoint

10 visualizações0 comentário