Buscar
  • Forlac

Agroceres Multimix investe em nova unidade fabril em Quatro Pontes – PR


A Agroceres Multimix, empresa de nutrição animal do Grupo Agroceres, escolheu a cidade de Quatro Pontes, na região oeste do estado do Paraná, para instalar sua nona fábrica de produtos de nutrição animal. Atualmente a empresa conta com oito fábricas instaladas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

“A empresa vem crescendo muito na região Sul do Brasil e a necessidade de uma fábrica para atender melhor esse mercado já fazia parte do nosso planejamento estratégico. Faltava apenas definir o melhor local”, afirma Ricardo A Ribeiral, diretor superintendente da empresa.

A escolha da cidade de Quatro Pontes para a construção da unidade fabril foi resultado de muita pesquisa e análise. O oeste do Paraná é uma região grande produtora de milho, trigo, soja e outros importantes insumos para a nutrição animal. Além disso, a região concentra mais de 70% da criação e abate de suínos do estado, mais de 10% de toda a produção nacional de frangos e possui uma pecuária leiteira importante e em crescimento.

“Outro ponto que ajudou na decisão é a qualidade da infraestrutura de armazenagem e transporte da região, além de uma cultura cooperativista moderna que fortalece e potencializa a produtividade dos produtores. Das 20 maiores cooperativas do setor no país, 5 estão na região Oeste do Paraná”, ressalta Ribeiral.

O projeto da fábrica foi desenvolvido para ocorrer em duas etapas. “Na primeira vamos construir nossa estrutura fabril voltada para rações e concentrados de monogástricos. A conclusão e o início das operações estão previstos para o segundo semestre de 2023. Na segunda etapa, construiremos nossa linha para ruminantes e a estrutura para produção de núcleos e premixes.”, informa Luiz A Traldi, Gerente Industrial da empresa.

Com um investimento próximo de 100 milhões de reais, o novo complexo fabril da Agroceres Multimix terá uma área construída de 65 mil m², com uma capacidade total de produção acima de 40 mil toneladas/mês. “Estamos utilizando o que há de mais moderno nessa fábrica”, ressalta Ribeiral.

Fonte: MilkPoint

8 visualizações0 comentário