Buscar
  • Forlac

Vaca produz 190mil kg de leite e se torna a maior produtora vitalícia da América Latina


Nos anos anteriores, Rhoelandt 372, também conquistou títulos como segunda maior produção de sólidos em 2019, assim como em 2020


Rhoelandt 372. Esse é o nome da vaca da raça holandesa que produziu mais de 190 mil quilos de leite na sua vida produtiva durante 17 anos e que conquistou, mesmo após a sua morte em abril deste ano, o prêmio de maior produção histórica vitalícia do Brasil e América Latina.

Os dados foram reconhecidos pelo Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros do Paraná, vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).


Ronald Rabbers, proprietário do animal e da fazenda Rhoelandt, localizada em Castro (PR), se orgulha do patamar atingido pelo animal. “Foi uma vaca fantástica e que já veio de uma família produtiva tão incrível quanto e carregou isso em sua genética. Sua mãe, a vaca Rhoelandt 089 LEDA Victor Doc, produziu em cinco lactações 131 mil kg de leite. Em vida, ela representou tudo o que buscamos em nossas vacas: altas produções, excelente conformação e vida produtiva”, diz ele.


Com o privilégio de uma linhagem de alta produtividade, Rabbers conta que o manejo com a vaca não precisava ser o mais caro, tão pouco o mais especial em relação aos outros animais. “A alimentação era como as das demais vacas, sem ração especial ou algo do tipo. Mas apostamos em conforto, então sempre buscamos deixá-la em uma baía separada e mais confortável, com isso conseguimos manter a produtividade em alta.”


Nos anos anteriores, Rhoelandt 372 também conquistou títulos como Troféu Maior Produção Vitalícia de Leite e Segunda maior Produção de Sólidos em 2019, assim como em 2020.


Além de ser fantástica em Produção e Sólidos, o animal obteve na Avaliação Linear de Conformação, 90 pontos, entrando para a classe das vacas Excelentes (EX 90), demonstrando excelente sistema mamário, pernas e pés, força leiteira e garupa.


Premiação


Fonte: Canal Rural

2 visualizações0 comentário