Buscar
  • Forlac

Touro de criador do PR tem a segunda melhor genética do mundo para gerar vacas leiteiras


Lucas Rabbers, produtor rural do Paraná, tem o touro com a segunda melhor genética do mundo para gerar vacas leiteiras, segundo dados divulgados pela Associação Americana de Criadores de Animais (NAAB, na sigla em inglês).


O touro Harm Jedi Alphabet 9908, da raça Holandesa P&B, apareceu na segunda posição no ranking mundial de touros genômicos. O ranking aponta quais animais possuem a probabilidade de produzir filhos acima da média de acordo com as condições genéticas.


Na prova de agosto da lista “Top 200 PTA Milk”, que mede a genética de touros de acordo com a certificação internacional da Certified Semen Services (CSS), o animal foi classificado com o índice de 2.837, apenas 28 pontos atrás do melhor touro do mundo para a reprodução de animais de leite.


Proprietário do animal e cooperado da Castrolanda, cooperativa de Castro (PR), Lucas Rabbers diz que a linhagem do animal é excelente, sendo que parte dela nasceu na própria fazenda.


Qualidade na origem - “A mãe e o pai são animais muito bons. Um touro como esse poderia ter nascido aqui ou em qualquer lugar do mundo, já que o sêmen adquirido para a reprodução veio dos Estados Unidos por meio de uma compra que fizemos. Ter este animal é como acertar na loteria”, afirmou, em nota.


Apesar de o pai ser um animal dos Estados Unidos, a mãe é uma vaca criada na Agropecuária Harm, de propriedade da família. Atualmente, o touro está em uma empresa de inseminação genética de São Paulo, onde qualquer proprietário pode adquirir o sêmen para reprodução.


“Ao invés de termos uma vaca nos dando lucro na cadeia leiteira, temos um touro”, conta Rabbers. O criador fica com uma porcentagem de todas as vendas provenientes do animal.


As informações são do Valor Econômico.

2 visualizações0 comentário