top of page
  • Rofer Eventos

Sooro Renner completa 22 anos de atuação no mercado


Tudo começou no dia 1º de fevereiro de 2001. A Sooro Renner iniciou suas operações na cidade de Marechal Cândido Rondon – no Oeste do Paraná.

Com uma estrutura simples, a planta processava cerca de 150 mil litros de soro fluido por dia, contava com uma equipe de 13 colaboradores e a produção estava voltada apenas a soro concentrado.

Para o fundador e Diretor-Presidente da Sooro Renner, William da Silva, os 22 anos de atividades bem-sucedidas são resultados de investimentos constantes em tecnologias e em pessoas.

“Éramos uma pequena indústria e agora somos a gigante do setor lácteo na América Latina, trabalhamos muito para chegar até aqui e não vamos parar. Sempre focando em investimentos, tecnologias e no capital humano”.

Em mais de duas décadas a produção tomou proporções surpreendentes. Atualmente, a Sooro Renner possui três plantas: uma em Marechal Cândido Rondon – Paraná; uma em Estação – Rio Grande do Sul e um Centro de Distribuição em Campinas – São Paulo.

A capacidade de produção anual total de todas as plantas é de 88 mil toneladas ano; já a capacidade de processamento por dia de soro de leite fluído equivale a mais de 4 milhões de litros. Para atingir esse índice de produção, a Indústria conta com os trabalhos de mais de 500 colaboradores.

Evolução no mercado

Nutrição esportiva, ingredientes e nutrição animal integram os segmentos de atuação da Sooro Renner.

Indústria é precursora no Brasil na produção de Whey Protein Concentrado 34%, 60% e 80% e a primeira da América Latina a produzir Whey Protein Isolado, além da planta de produção de Permeado Non Caking que é uma das maiores do mundo. Além disso, a Indústria também produz o Whey Protein Microparticulado, produto este estável a tratamentos térmicos de alta temperatura, que entra no portfólio em 2023 para atender as demandas do mercado.

No ano em que a Sooro Renner completa 22 anos de atuação, o mercado pode esperar novos avanços: existem vários projetos em desenvolvimento pela área de Pesquisa e Desenvolvimento da Sooro Renner.

Todavia, a tendência é que a empresa priorize o aumento da capacidade de produção e busque a consolidação de mercado através da oferta de um mix de produtos mais consistente, baseado em produtos de maior concentração de proteínas e, consequentemente, também uma maior oferta de Permeado de Whey.

Um futuro promissor

“Na minha percepção, por meio do privilégio de fazer parte da empresa por já quase 19 anos, acredito que a Sooro Renner dará continuidade ao projeto e desenvolvimento iniciado, de uma forma tímida, porém contínua e estruturada, desde a fundação da Sooro Concentrado em 2001”, destaca o Diretor de Tecnologia e Inovação, Helio Alves Garcia.

Para Garcia, o progresso é resultado de uma série de fatores e da união de esforço. “A continuidade do desenvolvimento se dá através da valorização do potencial humano de sua equipe, do investimento constante nas melhores tecnologias oferecidas pelo mercado em seu segmento de atuação e da inovação, fator este que fez com que a empresa se destacasse e continue se destacando, de seus principais concorrentes no mercado nacional e se equiparar aos maiores players mundiais do segmento de processamento de soro de leite”.

Existem vários projetos no radar da empresa, tanto projetos produtivos, estruturantes e de caráter socioambiental. No mês de março deste ano, está agendado um evento que envolve os acionistas, os diretores e os gerentes da empresa, com o objetivo de revisar e avaliar o Planejamento Estratégico elaborado em 2021 com vistas a atingir os resultados projetados até 2025. Com base nas decisões estratégicas que serão validadas no evento, os investimentos para o alcance dos propósitos almejados serão definidos.

Desenvolvimento contínuo

A Sooro Renner tem adotado uma política de trabalho extremamente importante para o seu desenvolvimento, que visa o fortalecimento em duas áreas específicas de sua atuação: o Mercado de Matéria Prima (soro de leite) e os parâmetros de ESG (meio ambiente, social e de governança).

Em relação ao Mercado de Matéria Prima, a empresa desenvolve um projeto – faz alguns anos – de fortalecimento de relacionamento com seus fornecedores de soro de leite, através da adoção de uma política de valorização da cadeia produtiva do soro, visando a prática de uma política de preços de compra competitiva, qualificação técnica de fornecedores através de projetos de assistência técnica e comprometimento em adquirir todo o volume de soro de leite ofertado por seus parceiros exclusivos.

Esse conjunto de ações garante todo o escoamento de produção dos mesmos, diferentemente das práticas de seus concorrentes.

Em relação aos parâmetros de ESG, a empresa também está desenvolvendo investimentos relevantes na área ambiental, através de projetos de modernização na área de tratamento de efluentes, reuso de águas de processos, aquisição de áreas para reflorestamento e produção de biomassa, entre outros.

No que se refere ao parâmetro Social, projetos de capacitação profissional, através de plataformas de aprendizado e treinamento disponíveis aos colaboradores, benefícios, participação nos lucros, melhorias de instalações e um excelente ambiente de trabalho, são itens relevantes.

Em relação ao parâmetro de governança, a empresa se aprimora cada vez mais no que se refere ao cumprimento de suas obrigações legais e cumprimentos das normas e leis pertinentes ao negócio, assim como com uma atuação extremamente profissional de seus acionistas, dirigentes e gestores do negócio.

Dessa forma, todos os segmentos de atuação e os integrantes dessa gigante do setor lácteo mantêm o mesmo foco: expandir com qualidade, produtividade, valorização do potencial humano e sustentabilidade.

Fonte: EdairyNews

Comments


bottom of page