Buscar
  • Fischer Comunicação

REFRISAT apresenta a alternativa segura em ao perigoso processo de resfriamento com amônia no setor


Em um mix de responsabilidade e fiscalização, o que antes era resfriado em processos arcaicos com produtos químicos tóxicos e perigosos, hoje pode ser feito de maneira mais confiável, limpa e prática. Então por que não mudar a estrutura antiga de resfriamento de leite em empresas de laticínios? Do perigoso resfriamento com amônia para equipamentos de refrigeração como os da REFRISAT.

O QUE ACONTECE HOJE?

Sabemos de muitas empresas do setor do leite que ainda mantem uma estrutura perigosa e arcaica de refrigeração do leite com amônia, principalmente por quererem manter estruturas antigas com a ideia de economia e baixo custo.

Nessas empresas o processo é quase sempre o mesmo:

1-Resfriam o leite cru em um resfriador comum, chegando a uma temperatura de 10ºC a 12ºC;

2-Enviam nessa temperatura para um caminhão de recolhimento que entrega em empresas de laticínios para fabricação de derivados;

3-No recebimento desse leite, até para garantirem a eliminação de bactérias e fungos antes de seu processamento, existe um resfriamento do leite até 2ºC por processo que usa amônia.

**Confira infográfico no final desse artigo!

Por que esse processo é problemático?

A amônia pode ter sido uma alternativa viável quando ainda não tínhamos tecnologia acessível e desenvolvida para esse setor. Atualmente é antes de tudo um produto químico perigoso, corrosivo e pode além de tudo infectar o produto final ao ponto de ter cheiro característico perceptível e causar problemas de saúde.

Em algumas empresas o vazamento dessa substância exigiu o atendimento médico de seus funcionários, além dos cuidados dobrados com EPIs e manuseio da substância.

Como garantir o resfriamento sem amônia?

A exemplo da nossa atuação em nossos clientes, a REFRISAT consegue replicar para todo o mercado a solução que desenvolvemos para eles em substituição a resfriamento por amônia.

Fornecemos um equipamento com alta capacidade e recursos de comando, unido a um Skid de resfriamento com trocador de calor sanitário. Nesse Skid a circulação de líquido é possibilitada logo após o descarregamento dos caminhões de entrega. Sendo assim, além de garantir regras sanitárias, não poluindo ou deixando impurezas no leite, o processo garante resfriamento de 10ºC a 12ºC para 2ºC ou conforme as normas de esterilização/pasteurização/tratamento da empresa de laticínios receptora desse produto.

Nosso chiller atua em conjunto com o skid garantindo o resfriamento do leite ao sair dos caminhões de entrega.

Mais leite, mais vida, mais responsabilidade e melhores produtos no final das contas.

7 visualizações

Vendas e informações

11 2730 0522

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza

Quero expor

MAPA DO SITE