Buscar
  • Fischer Comunicação

Queijo Quark Lac Lélo conquista Medalha de Ouro no World Cheese Awards 2019 em Bergamo, Itália


Queijo Quark do laticínio Lac Lélo, de São João do Oeste - SC, foi eleito o Melhor Queijo Latino-Americano, na 32ª edição do World Cheese Awards em Bergamo, Itália. Patrocinada pela LACTEO (Rede Latino-Americana de Treinamento, Empoderamento e Extensão), mais uma vez a Lac Lélo foi destaque internacional obtendo a classificação Ouro no concurso que registrou recorde de 3.804 inscritos de 42 países diferentes, julgados durante a Feira di Bergamo, no mês de outubro. 

Realizada na Itália pela primeira vez em seus 32 anos de história, a maior competição de queijos do mundo aconteceu durante o festival anual de queijos FORME de Bergamo e na nova feira de produtos lácteos, B2Cheese. Chamado de Super Júri Internacional, o comitê integrado por queijeiros, compradores, chefs, varejistas e escritores, concedeu o prêmio máximo ao Queijo Quark Lac Lélo como Melhor Queijo Latino-Americano.


Concurso internacional

O World Cheese Awards deste ano reuniu produtores de queijo de 42 países dos seis continentes que enviaram suas amostras para o concurso, que confere aos melhores produtos um selo reconhecido no mercado mundial dos queijos. Os queijos inscritos foram julgados por um comitê de 260 especialistas de 35 países diferentes avaliando sua aparência, textura, aroma e sabor, e classificando os vencedores com os prêmios de Bronze, Prata, Ouro e Super Gold.

O World Cheese Awards deste ano foi realizado na a Itália pela primeira vez em parceria com B2Cheese, Camera di Commercio Bergamo, Comune di Bergamo, FORME, Promozione del Territorio, Provincia di Bergamo e Regione Lombardia. O concurso é considerado a maior competição de "queijos" do mundo com participam de produtores renomados, entre pequenos artesãos a pesos pesados globais.

Como funciona o julgamento

Os juízes trabalham em equipes de três a quatro, identificando quaisquer queijos dignos de um prêmio Bronze, Prata ou Ouro. As inscrições vieram de 42 nações diferentes de seis continentes - incluindo Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Brasil, Canadá, Chile, Croácia, Chipre, República Tcheca, Dinamarca, Inglaterra, Estônia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Jersey, México, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Rússia, Escócia, Sérvia, Eslováquia, Eslovênia, África do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Turquia, EUA e País de Gales.

Os juízes avaliam a aparência, o cheiro e o sabor, pontuando características como o aspecto da casca e da pasta, bem como o aroma, o corpo e a textura do queijo, com a maioria dos pontos atribuídos pelo sabor e sensação na boca. Cada equipe nomeia um queijo excepcional como o Super Gold da sua mesa. Esses queijos são os melhores do mundo e são julgados pela segunda vez pelo Super Júri de 16 especialistas internacionalmente reconhecidos, que selecionam um queijo para defender na rodada final de julgamento. O Super Júri, representando os quatro cantos do mundo, debate sobre os 16 finalistas diante de um público consumidor, antes de escolher o Queijo Campeão do Mundo.


As informações são do Departamento de Marketing e Comunicação Lac Lélo.

0 visualização