Buscar
  • Forlac

Queijo Coronel D'Alagoa-MG é Fera da Gestão


O começo da história da Queijos D’Alagoa-MG se iniciou com o Senhor Jeremias Sene, tropeiro que empilhava os queijos embrulhados em folhas de bananeira dentro de balaios de bambu, colocava-os em cima do lombo dos burros e atravessava a Serra da Mantiqueira por trilhas e caminhos rudimentares para vender os queijos no Vale do Paraíba-SP, e por vezes, em Resende-RJ.


Os anos se passaram e os tempos evoluíram. Seu bisneto, Osvaldo Martins de Barros Filho, formado em Queijos Artesanais pela Escola do Queijo/JF e qualificado em maturação de queijos pelo Curso Intensivo de Cura da Mons Formation, fundou a Queijo D'Alagoa-MG em 2009 para ajudar o Sô Batistinha, produtor de queijo.

Nesta época, Sô Batistinha enfrentava dificuldades para escoar a produção, “pois a pessoa que comprava seu queijo pagava um preço irrisório e tinha a bárbara coragem de dar um cheque para 40 dias.” Atualmente, “diversas famílias de pequenos produtores de queijo são parceiras do projeto e contam com este sério trabalho para sobreviverem.”


Contudo, com os tempos digitais este cenário mudou. A Queijo D’Alagoa-MG é pioneira na venda de queijo pela internet e na entrega de queijos artesanais em todo o país. Através dos Correios e transportadoras a empresa entrega de Norte a Sul do Brasil.


A venda de queijos na internet iniciou uma transformação social no município de Alagoa com o reconhecimento da importância do produtor e a da agregação de valor ao produto; preservação da história, cultura e tradição; movimentação da economia local; fomento ao turismo e mantem a agência dos Correios aberta com o contrato de postagem.


Ao longo de toda sua história, o projeto trilha um caminho de sucesso com queijos premiados nacional e internacionalmente. Por exemplo, em junho de 2017, Osvaldo Filho contou que “nosso Queijo Alagoa Grande-MG recebeu Medalha de Bronze no Mundial Du Fromage, em Tours, na França. Destacando-se entre 700 queijos de mais de 20 países.”


Em seguida, a "Queijo d'Alagoa-MG" recebeu Certificado de Honra ao Mérito do Governo de Minas Gerais. Em outubro, no III Prêmio Queijos Brasil o Queijo Faixa Dourada recebeu o Troféu Super Ouro, considerado o Melhor Queijo Artesanal de Leite Cru do Brasil, além da Medalha de Ouro,” completou o idealizador do projeto.


Osvaldo também contou que “o Queijo Alagoa Branca também recebeu medalha de ouro. Os Queijos Alagoa Pequena, Alagoa Grande e o Mantiqueira Real receberam medalha de Prata. Destacando-se entre 403 queijos de norte a sul do Brasil.”


No ano de 2019, “novamente na França recebemos Medalha de Prata no Mondial du Fromage com o Queijo Alagoa Pequena. Ainda na França, a Queijo d'Alagoa-MG recebeu a Medalha da Guilde Internationale des Fromagers pelos benefícios econômico-sociais trazidos à Alagoa por meio da veiculação do queijo pela internet,” disse Osvaldo.


“No Concurso Municipal O Melhor Queijo de Alagoa 2019 - Tradicional, o Queijo Alagoa Pequena ganhou Medalha de Prata e o Queijo do Sô Batistinha recebeu Medalha de Bronze. Em agosto, o Queijo Alagoa Fumacê recebeu medalha de ouro no Mundial do Queijo do Brasil em Araxá-MG,” contou.


Em setembro, “foram 6 Medalhas recebidas no V Prêmio Queijos Brasil, em Florianópolis: Ouro - Queijo Alagoa Fumacê; Ouro - Queijo Alagoinha; Prata - Queijo Faixa Dourada; Bronze - Queijo do Coronel, Bronze — Queijo Alagoa Pequena e Bronze — Queijo do Sô Batistinha. Também em 2019 a Queijo d'Alagoa-MG recebeu o Certificado de Excelência do TripAdvisor.”


Diante de uma história de sucesso e forte impacto social, é um grande prazer e satisfação, que nós, do MilkPoint somos parceiros de longa data da Queijos D’Alagoa-MG. Este ano, o projeto presenteou os palestrantes do MilkPoint Experts: Feras da Gestão com o Queijo Coronel, premiado com medalha de prata no II Prêmio Queijos Brasil em 2016 e Eleito pela Revista O Globo 1 dos 5 Melhores Queijos do Brasil.


O Queijo do Coronel é a mais alta patente da Queijo d'Alagoa-MG. Ele é fabricado com leite cru (não pasteurizado), soro fermento (natural), coalho e sal, sendo maturado por mais de seis meses e recebe banhos de azeite extravirgem (o melhor azeite do Hemisfério Sul), integrando a Reserva Particular do Osvaldo Filho.


Também é um queijo Zero Lactose, visto que durante o processo de maturação a enzima lactase consome o açúcar — lactose — do leite transformando em ácido lático), atendendo todos os tipos de público!


Para adquirir o Queijo Coronel e outros da Queijos D’Alagoa-MG é bem simples! Basta acessar o site e fazer o seu pedido! O projeto também conta com a loja física, situada na Rua José Luiz de Siqueira, 352 – Centro, Alagoa/MG, a qual funciona todos dos dias da semana!


Fonte: Milk Point


5 visualizações0 comentário