top of page
  • Rofer Eventos

Queijaria da Unium deve iniciar em breve os testes de produção




As obras da Queijaria da Unium, às margens da rodovia PR-151, em Ponta Grossa (PR), já estão em fase de finalização e a indústria está prestes a iniciar os testes de produção dos itens que serão comercializados. Segundo a assessoria de imprensa da Frísia, “o início dos testes da nova linha de produção da fábrica deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2024, e o início de produção até o final do segundo trimestre”, diz a nota.

Previsão de crescimento

A previsão de crescimento na produção de leite é de 8% ao ano entre 2020 e 2024, de acordo com as cooperativas envolvidas no projeto. Com isso, a expansão dos negócios da Unium passa a ser uma forma de absorver esse volume, que pode representar 600 mil litros a mais por dia e agregar valor ao leite in natura. No cenário nacional, o Paraná é o segundo maior produtor de leite, com 11 bilhões de litros tirados, atrás apenas de Minas Gerais, que chegou a 22,9 bilhões de litros. As cidades dos Campos Gerais, Arapoti, Castro e Carambeí são as que mais produzem leite por conta da sede das cooperativas que formam a Unium.

Produção e empregos

A queijaria irá produzir 96 toneladas de produtos e subprodutos por dia: queijos tipo muçarela, prato, cheddar e massa de queijo, além de soro em pó e manteiga. Os produtos serão vendidos na modalidade B2B, ou seja, para outras empresas. A nova marca ainda irá gerar 66 empregos diretos e cerca de 1.570 indiretos, com a construção da planta.

Demanda de queijos no Brasil

A demanda interna de queijos no Brasil é consideravelmente maior do que a oferta por produtores locais, com o mercado nacional em crescimento. O consumo do produto no país é de pouco mais de cinco quilos per capita, bem abaixo dos 37 quilos da Alemanha e menos da metade do que os vizinhos Uruguai e Argentina, que têm um consumo de 11 quilos por ano por pessoa.

Destinação

Com o projeto da Queijaria da Unium os 600 mil litros de leite por dia que serão destinados para a produção dos derivados devem totalizar 35 mil toneladas de produtos por ano.

Força das cooperativas 

A união das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, por meio da marca Unium, reforça ainda mais a potência do setor do agronegócio no Estado do Paraná. A marca ainda conta com três marcas de lácteos: Naturalle – com produtos livres de aditivos –, Colônia Holandesa e Colaso. 

As informações são do Sistema Ocepar, adaptadas pela equipe MilkPoint.

Yorumlar


bottom of page