Buscar
  • Fischer Comunicação

Piracanjuba expande atuação no Estado do Paraná


Após anunciar investimento pesado ao desembarcar no estado no segundo semestre do ano passado, o grupo Piracanjuba, de Goiás, um dos maiores laticínios do país e pioneiro ao produzir leite de vaca sem lactose no Brasil, amplia a aposta no Paraná e deve iniciar operações no mês que vem em Cascavel, no Oeste do estado. A empresa arrendou uma unidade de recepção e resfriamento de leite pertencente a Coopavel às margens da BR-277.


Em fevereiro já devem receber leite de diversos produtores do Oeste, muitos da Coopavel e iniciar a produção", diz o diretor-presidente da cooperativa, Dilvo Grolli. Para consolidar o nome no Estado, a empresa vai participar pela primeira vez do Show Rural da Coopavel neste ano. A 32.ª edição do evento, que ocorre entre os dias 3 e 7 de fevereiro, deve reunir mais de 250 mil pessoas em Cascavel. "A expectativa é excelente. Teremos 650 empresas expositoras, muitas novidades na área de tecnologia e esperamos negociar R$ 2,2 bilhões", afirma Grolli.


Sulina e São Jorge d'Oeste


Em agosto do ano passado a Piracanjuba concluiu a construção de uma fábrica em Sulina, cidade de 4 mil habitantes no Sudoeste paranaense. O investimento na indústria de queijo foi de R$ 30 milhões e gerou cerca de 70 empregos diretos. Também foi feito o anúncio para erguer uma nova fábrica este ano na vizinha São Jorge D'Oeste, município de 10 mil habitantes. Maior, a unidade receberá investimento de R$ 80 milhões e deve gerar 300 empregos diretos.


A bovinocultura leiteira é a cadeia produtiva mais importante do Paraná para os agricultores familiares, que representam 86% de todos os produtores de leite do estado. O Paraná é o terceiro maior produtor de leite do Brasil, com cerca de 13% da produção nacional e 90 mil produtores."


As informações são da Gazeta do Povo.



0 visualização