Buscar
  • Forlac

MG: após quase 10 anos, queijaria conquista Selo Arte


Depois de um processo de quase 10 anos, o casal de produtores Marcílio Chiaretti Nunes e Maria das Graças Almeida Nunes, da Fazenda Boa Vista, em Alvorada de Minas, recebeu a notícia de que a queijaria acaba de conquistar o Selo Arte.

O Selo, concedido pelo IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária), órgão estadual de inspeção sanitária, permite a venda de diversos produtos alimentícios artesanais para demais estados, o que abre as portas da comercialização e da rentabilidade para os produtores do segmento.

Sem conter a alegria, Maria das Graças, que está à frente da gestão da propriedade após o marido completar 90 anos, comentou que a família deve parte dessa conquista ao Sistema FAEMG, por meio do programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Agroindústria - Derivados Lácteos

“Com a ajuda do SENAR MINAS e as bênçãos de Deus, a caminhada foi mais assertiva. Ajustamos o manejo e toda a produção melhorou, principalmente quando o volume não atendia nossas expectativas. Meu marido pensou em desistir, mas o queijo faz parte da nossa história e sobrevivência, então, me firmei nesse sonho e ajustamos o que foi necessário até nos adequarmos a todos os quesitos exigidos durante fiscalização. Queremos continuar avançando”, agradeceu, referindo-se também ao curso de Boas Práticas e ao apoio do técnico de campo Arthur Otoni.

Já são mais de 50 anos de história no campo. Maria, ou Naná, como é conhecida, lembra que a caminhada tem um valor especial, fruto da atividade rural. “Queijaria é trabalho diário. Começa nos cuidados com o animal e vai até que o produto chegue à embalagem. No início, era tudo manual e mais difícil, mas, com o tempo, o acesso à informação mudou as coisas para melhor. Criamos e formamos nossos filhos aqui, e é prazeroso olhar para trás e ver onde estamos”.

As informações são do sistema FAEMG, adaptadas pela equipe MilkPoint.

10 visualizações0 comentário