Buscar
  • Fischer Comunicação

Leite de Batom: comunicação feminina e positiva sobre a produção de leite


Sabemos que o leite é muitas vezes alvo de críticas sem fundamento que acabam viralizando e deixando a cadeia produtiva com uma imagem negativa diante do consumidor. Para reverter situações como essas, são cada vez mais necessárias ações que visem comunicar de forma positiva como funciona a produção leite e dar visibilidade, principalmente, aos atores principais nesta história: os produtores.


Uma dessas iniciativas surgiu entre um grupo de jovens do sul do Brasil, que são sócias e gerentes em propriedades leiteiras. As produtoras resolveram mostrar o dia a dia de suas fazendas, dar dicas de manejo dos animais e contar aos consumidores como é produzido o leite que eles compram no supermercado, além dos benefícios do consumo. O projeto leva o nome de Leite de Batom e quem conversou conosco para contar um pouco sobre foi a idealizadora: Jaqueline Ceretta.


“Criei a #leitedebatom para o Dia Internacional da Mulher e gostei tanto que resolvi registrar a marca com a ideia de confeccionar produtos para venda”, disse Jaque. Ela participa de um grupo no WhatsApp criado por outro produtora – Amanda Nielsen – e comentou sobre o assunto. As demais gostaram muito da ideia e decidiram ampliar o projeto, criando conteúdos para promoção da cadeia produtiva do leite.


O projeto tem como objetivo atingir todos os elos da cadeia produtiva do leite, mas o foco são os consumidores. Utilizando suas influências nas redes sociais, as produtoras visam fomentar o consumo de leite e derivados por meio de vídeos e postagens, a fim de combater mitos e melhorar a comunicação direta com o consumidor. “Muitas pessoas da cidade nos seguem em nossas redes e, assim, conseguimos atingi-los”, explicou Jaqueline.


O projeto também conta com vídeos de conteúdo técnico, que têm como objetivo ajudar os demais produtores nas suas atividades diárias. A intenção também é incentivar outros produtores e pessoas envolvidas na área a gerarem conteúdo e comunicarem-se diretamente com o consumidor, gerando uma cadeia positiva sobre o leite.


O nome “Leite de Batom” e o fato do projeto ser conduzido por cinco produtoras também é uma mensagem. A ideia é elevar a autoestima das mulheres que trabalham no campo. “Na minha região as mulheres, para serem consideradas eficientes, precisam ter ‘cara de sofridas’ e nós queremos mostrar que não é bem assim”, comentou Jaque. Outro ponto importante que o projeto toca é a união entre homens e mulheres que trabalham na atividade, sobretudo casais. “Nós não queremos de forma alguma dizer que as mulheres são melhores ou que sabem mais que os homens, nosso objetivo é promover o trabalho conjunto entre eles”, finalizou.


Para a produtora, a cadeia leiteira ainda precisa evoluir muito e o projeto é uma forma de incentivar o crescimento. “Infelizmente ainda vemos muitos produtores com o hábito de terceirizar os seus problemas. Vejo que falta autoconfiança e atitude como a que vemos na produção de grãos, que cresceu muito nos últimos tempos. Queremos mostrar um pouco disso.”


Desde o lançamento do primeiro vídeo, o Leite de Batom já fez sucesso. “A repercussão foi ótima, tivemos mais de 30 mil visualizações no primeiro vídeo e a maioria dos comentários positivos”, contou. “Isso é muito gratificante e já que o nosso foco é o consumidor, pretendemos mostrar que o nosso produto é de boa procedência. Também queremos incentivar os outros produtores a mostrarem suas produções e a fazerem uma propaganda positiva da atividade.”


O projeto Leite de Batom também possui uma marca pertencente à Jaqueline Ceretta, que produz roupas e outros itens para produtoras de leite.

7 visualizações

Vendas e informações

11 2730 0522

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza

Quero expor

MAPA DO SITE