Buscar
  • Forlac

Chr. Hansen: Atenda às demandas da próxima geração de consumidores com os cultivos alimentícios


Os desafios ambientais que nosso planeta enfrenta nunca foram tão urgentes. Mudanças climáticas, aumento da população, escassez de recursos e os desafios trazidos pela COVID-19 constituem todos um chamado para reexaminar o status quo. Esses desafios também têm estimulado uma mudança crescente nos comportamentos que permitem que os consumidores ajam com mais leveza e busquem preservar os recursos naturais dos quais as gerações futuras dependerão.


Os consumidores mais jovens, em particular, estão cada vez mais interessados em alinhar suas compras aos seus valores. A maioria deles está se conscientizando do impacto que a produção de alimentos tem sobre o aquecimento global e as emissões de gases de efeito estufa1, e estão cada vez mais à procura de opções que ofereçam ingredientes totalmente naturais, uma cadeia de suprimentos transparente e rastreável, redução do desperdício e uma pegada de carbono mais leve. Embora essas tendências configurem uma mudança em relação aos padrões anteriores, elas representam uma oportunidade significativa para os produtores que podem acompanhar esse ritmo e atender à crescente demanda por opções de alimentos que suportem um consumo mais sustentável.


Uma nova geração de cultivos alimentícios para a próxima geração de consumidores - A Chr. Hansen acredita que investir em um planeta mais resiliente significa reexaminar de forma holística a forma como a comunidade global consome e planejar o futuro tendo as gerações mais jovens em mente. “À medida que olhamos para o futuro”, diz Peter Thøysen, Diretor de Desenvolvimento Comercial, “pretendemos ajudar a moldar um mercado no qual a sustentabilidade não seja apenas um benefício adicional, mas o novo normal, e onde apoiar o nosso sistema alimentar global signifique preservar nossos recursos naturais, tornando as soluções naturais e resilientes acessíveis a todos, e investindo em um mundo onde as gerações futuras prosperarão”.


A empresa tem motivos para continuar seu trabalho de promoção da sustentabilidade: somente no setor de lácteos, uma pesquisa concluiu que 17% de todo o iogurte comprado na Europa é desperdiçado, e 80% desse iogurte é descartado devido a questões relacionadas ao prazo de validade2.


Com esse cenário em mente, a Chr. Hansen concentrou seus esforços na inovação para conter o desperdício de alimentos e fortalecer a resiliência em toda a cadeia de valor. Um dos resultados mais empolgantes desse trabalho são os avanços que a empresa fez em sua linha de cultivos FreshQ®, melhorando os efeitos bioprotetores da fermentação em lácteos. Trata-se de um processo por meio do qual os cultivos e a fermentação ajudam a manter os alimentos frescos, ao vencer a competição pelo espaço e por nutrientes que os mofos e leveduras deteriorantes necessitam para se desenvolver.


A nova geração de FreshQ® torna os benefícios da bioproteção por fermentação disponíveis para um segmento produtor mais amplo - A nova geração dos cultivos alimentícios FreshQ® da Chr. Hansen traz um efeito revolucionário ao gerar um baixo impacto na pós-acidificação. Eles podem ser aplicados a uma ampla gama de produtos lácteos fermentados, como iogurte, queijo quark, Kefir e queijo cottage. Eles melhoram o efeito bioprotetor da fermentação contra a deterioração causada por mofos e leveduras, melhorando a qualidade e o prazo de validade. Em particular, esta nova gama de cultivos foi desenvolvida para viabilizar os benefícios da bioproteção aos produtores que podem enfrentar cadeias de frio desafiadoras e tempos longos de fermentação e retenção no processo.


“Para os clientes que buscam reduzir o desperdício de alimentos e produzir os melhores produtos possíveis em circunstâncias desafiadoras de produção e distribuição, este novo lançamento é um divisor de águas”, diz Peter Thøysen. “Nossa nova geração de cultivos FreshQ® foi selecionada para permitir resultados resilientes e consistentes sem impactos indesejáveis no sabor e na textura – resultando em prazo de validade otimizado, sustentabilidade aprimorada em toda a cadeia de valor e frescor superior com o qual nossos clientes podem contar”.


Ótimo desempenho em ambientes diversos - Além de combater o desperdício de alimentos abordando o problema em sua origem, esta nova geração de FreshQ® permite que a indústria de lácteos eleve seu nível, oferecendo aos produtores os seguintes benefícios:

• Menor impacto em pós-acidificação em temperaturas aceleradas, durante a distribuição ou em circunstâncias envolvendo tempos longos de retenção longos ou resfriamento lento

• Melhor perfil sensorial em comparação com outros cultivos alimentícios com efeitos bioprotetores

• O mesmo efeito bioprotetor superior da linha atual de FreshQ®


“Estamos particularmente entusiasmados com este lançamento porque ele torna os benefícios da bioproteção acessíveis a um segmento mais amplo do mercado”, continua Peter Thøysen. “À medida que as gerações mais jovens, como os Millennials e a Geração Z, começam a administrar seus próprios lares e a exercer maior poder de compra em todo o mundo, esperamos que o movimento de sustentabilidade ganhe impulso, pois estes consumidores alinham suas decisões de consumo aos seus valores mais amplos. Estamos muito satisfeitos em oferecer aos produtores uma nova opção que facilita aos consumidores reduzir sua pegada de carbono e seu impacto, ao mesmo tempo que podem desfrutar dos alimentos que amam”.


Bioproteção obtida por fermentação, o capítulo mais recente da jornada de sustentabilidade da Chr. Hansen - A Chr. Hansen passou mais de 145 anos construindo sua experiência para capacitar os produtores de alimentos a trabalhar com a natureza e oferecer às suas indústrias os melhores e mais sustentáveis produtos possíveis. Em 2019, a empresa foi eleita a empresa mais sustentável do mundo1, e desde então, a Chr. Hansen tem continuado seu trabalho para aperfeiçoar sua arte e permitir que seus clientes façam o mesmo.


Utilizar o melhor das “bactérias boas” pode potencializar o poder da natureza para ajudar os fabricantes de produtos lácteos a elevar o nível e obter resultados superiores, otimizando a experiência do consumidor, ampliando a vida útil e apoiando um consumo mais sustentável, tudo isso sem a necessidade de ingredientes artificiais indesejados. Ao utilizar os cultivos alimentícios da Chr. Hansen na fermentação, os produtores podem oferecer ao mercado opções de alimentos mais deliciosos e mais frescos, de dentro para fora.


1 Relatório do índice de desperdício de alimentos 2021 do PNUMA 2021 | PNUMA – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.


2 White paper da Qbis Consulting para Chr. Hansen (2016).

As informações são da Chr. Hansen.





6 visualizações0 comentário