top of page
  • Rofer Eventos

China: projeto visa avanços em qualidade e segurança dos lácteos


O projeto nacional ‘Excellent Milk’ da China diz que está no caminho certo para implementar mais avanços de qualidade e segurança para lácteos produzidos localmente, enquanto busca reduzir a dependência de importações.

A China não poupou despesas no desenvolvimento e revitalização de seu setor de laticínios nos últimos anos, e o projeto Excellent Milk foi lançado em 2016 sob a supervisão do Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China (MARA), com foco direcionado em pesquisa prática relevantes para a sustentabilidade leiteira.

O projeto foi responsável pelo desenvolvimento de um sistema de “leite excelente” e de padrões avançados que abrange vários parâmetros de qualidade e segurança e, mais recentemente, também revelou um logotipo do Excellent Milk para empresas de laticínios bem-sucedidas.

“Atualmente, o China Excellent Milk Project conseguiu converter mais de 97% dos lácteos pasteurizados locais em excelente qualidade”, disse o vice-presidente executivo da China Excellent Milk Alliance, Zheng Nan, por meio de uma declaração formal.

“Um dos marcadores que determinamos para um leite excelente é o teor de lactoferrina e, para isso, vimos o teor de lactoferrina no leite pasteurizado local aumentar de 10,4 mg por litro em 2017 em mais de quatro vezes para 44,8 mg por litro em 2021. Isso também é oito vezes mais que a lactoferrina presente na maioria dos leites importados Estamos vendo as medições de qualidade e segurança do leite produzido localmente superando as importações, como as da Europa e dos Estados Unidos, e essas conquistas também levaram a uma reversão da tendência de os consumidores chineses de lácteos serem excessivamente atraídos pelo leite importado.”

Além da pesquisa de qualidade e fortificação nutricional, o projeto também conduziu uma pesquisa aprofundada para melhorar os controles de segurança alimentar para laticínios no país, na esperança de reduzir ainda mais quaisquer preocupações persistentes devido a problemas de segurança alimentar de longa data no passado.

“O leite de boa qualidade tem ‘três medos’ quando se trata de processamento – o medo do processamento em alta temperatura, o medo do transporte transoceânico e o medo do armazenamento a longo prazo”, acrescentou Zheng. “Para garantir que os consumidores possam consumir seu leite sem preocupações, as empresas certificadas como excelentes produtores de lácteos terão que cumprir requisitos em todas essas áreas para que haja garantia de que os produtos são seguros para o consumo.”

O projeto agora também conquistou o apoio de 64 empresas de laticínios em 25 províncias em todo o país para participar de seus excelentes esforços de transformação de lácteos, incluindo nomes locais bem conhecidos, como Bright Dairy e New Hope Dairy, lançando em conjunto uma nova estratégia apelidada de “Programa de Ação Conjunto do Projeto China Excellent Milk para Apoiar o Plano Nacional de Nutrição”.

Embora os detalhes sobre as iniciativas concretas do programa ainda não tenham sido anunciados, o comitê China Excellent Milk destacou que mais melhorias na qualidade e segurança dos laticínios serão priorizadas e províncias como Fujian, Heilongjiang, Hebei, Xangai, Guangdong e Sichuan serão as primeiras áreas de foco.

“Existem mais de 500 substâncias biologicamente ativas no leite, incluindo imunoglobulina, lactoferrina e lactoglobulina, que desempenham papéis importantes no corpo, desde resistir à invasão patogênica até ativar a resposta imune”, acrescentou Zheng.

“Mas é preciso lembrar que estes são relativamente frágeis devido aos 'três medos', então a pasteurização é a única técnica difundida que pode manter totalmente a atividade dessas substâncias de acordo com os requisitos dos padrões do Excellent Milk.”

De dentro para fora

Os consumidores chineses são bem conhecidos pelo forte foco na marca e na embalagem do produto, mas com várias iniciativas do governo, como a proibição do uso de embalagens excessivamente luxuosas e o endosso de produtos por celebridades com “deslizes morais”, o setor de lácteos acredita que o que está dentro tem emergido para se tornar muito mais importante hoje.

“Tradicionalmente, a indústria local de laticínios depende muito de táticas como truques ou conteúdo em constante evolução ou uso excessivo de publicidade e embalagens para competir no mercado”, disse o projeto. Hoje, estamos abrindo caminho para o setor transformar e aumentar a competitividade, melhorando a qualidade real dos produtos lácteos vendidos dentro da embalagem e por trás de todos os truques, que trarão benefícios a longo prazo.”

As informações são do Foodnavigator-asia, traduzidas e adaptadas pela equipe MilkPoint.

コメント


bottom of page