Buscar
  • Forlac

Cemil adota solução de rastreabilidade da SIG


A fabricante de laticínios Cemil, adotou a solução PAC.TRUST da SIG, em sua operação na cidade de Patos de Minas, interior de Minas Gerais, para gerenciar toda a sua cadeia logística em tempo real.


Com o sistema, a Cemil pode fazer a rastreabilidade do produto por meio de um sistema automatizado, ao monitorar os volumes desde a saída da embalagem da linha de envase até a entrega nos pontos de venda.


Essa digitalização completa do processo logístico elimina a necessidade de coleta manual de dados e revalidações, o que ameniza erros e desvios por registro incorreto. A solução permite que a fabricante reduza o tempo em medidas e ações de rastreabilidade, simplifique as auditorias e traga ainda mais segurança a todos os processos envolvidos na cadeia de suprimentos.


O processo de rastreabilidade escolhido pela Cemil começa após o envase das embalagens cartonadas. Cada item é codificado individualmente com um código 2D que se refere aos dados do lote e ao tempo de envase. Na paletização, uma etiqueta é atribuída a cada palete com um código QR único que permite relacionar os dados dos produtos ali contidos à etiqueta de identificação e monitorar eletronicamente sua movimentação em tempo real através da leitura e distribuição das ordens de serviço, que atualmente são monitoradas durante todo o ciclo de armazenamento e transporte até o ponto de venda. Em resumo, o sistema oferece uma “visão de raio-X” de toda a distribuição, o que permite identificar possíveis gargalos logísticos.


Para Carlos Rios, Gerente de Soluções Digitais da SIG América do Sul, essa solução proporciona uma melhor gestão de toda a cadeia logística, além de mais segurança para seus cliente. “A parceria com a SIG e a utilização da solução digital PAC.TRUST trazem à Cemil melhor controle e maior produtividade, além de total visibilidade da cadeia logística, facilitando o recall de qualquer produto”, ele diz.


A nova solução também foi uma tentativa da Cemil de se adaptar às novas exigências dos varejistas, que demandam cada vez mais processos de rastreabilidade eficientes dos fornecedores.


As informações são do Embalagem Marca.

3 visualizações0 comentário