Buscar
  • Fischer Comunicação

Captação de leite no Chile fecha terceiro trimestre com alta de 6,3%


Os incentivos que a indústria tem dado nos últimos meses têm permitido cobrir os custos de produção e fazer os investimentos necessários.


Segundo dados da Oficina de Estudios y Políticas Agrarias (Odepa) do Chile, de janeiro a setembro de 2020, a captação nacional de leite cru aumentou 6,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, somando um total de 1,53 bilhão de litros, encadeando oito meses consecutivos em ascensão.


Isso significa um aumento anual de 90,6 milhões de litros, liderado pela região de Los Lagos e Los Ríos, cuja recepção juntas representa 76,1% da oferta de leite em todo o país. Nesse período, o preço real médio pago ao produtor informado pela Odepa foi 14,7% superior ao mesmo período do ano anterior, atingindo 295,04 pesos (US$ 0,39) o litro.


O presidente da Fedeleche, Eduardo Schwerter, aponta as melhores condições de mercado que permitiram que esses números se sustentassem ao longo do ano. “Os incentivos adequados que a indústria tem dado nos últimos meses têm permitido cobrir os custos de produção e fazer os investimentos necessários para continuar crescendo. Esperamos que na primavera esses estímulos continuem sendo mantidos para nossos produtores, de forma a consolidar essa tendência e também seguir substituindo as importações”, disse.


Em setembro de 2020, a captação nacional de leite atingiu 197,0 milhões de litros, o que representa um aumento de 6,0% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Isso representa um aumento de 5,9 milhões de litros em relação a 2019, apesar de algumas regiões terem registrado recepção negativa.


Fonte Guialat


2 visualizações

Vendas e informações

11 2730 0522

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza

Quero expor

MAPA DO SITE