Buscar
  • Fischer Comunicação

Betânia lácteos produzirá em abril leite em pó e condensado no Ceará


Líder do mercado nordestino de lacticínios, a cearense Betânia Lácteos – com fábricas no Ceará, Pernambuco, Sergipe e Bahia – está ampliando sua indústria cearense na cidade de Morada Nova, 160 quilômetros ao Sul de Fortaleza, na região do Jaguaribe.


Os serviços de montagem das máquinas e equipamentos entraram na fase final.


A ampliação envolve a implantação de uma unidade industrial de leite em pó, outra de leite condensado e mais uma de soro em pó. As três unidades serão inauguradas até o fim do próximo mês de abril.


Esta informação foi transmitida à coluna por uma fonte do Governo do Estado.


Esses investimentos não seriam feitos no Ceará, mas em outro estado do Nordeste, cujo governo ofereceu um atraente menu de incentivos fiscais, praticamente o mesmo que o governo cearense também assegurou, o que levou a direção da Betânia a optar pela sua localização aqui.


Com essas três novas unidades, o complexo industrial da Betânia em Morada Nova tornar-se-á totalmente verticalizado, passando a produzir, num só espaço, toda a linha de lácteos, incluindo o braço que faltava no Ceará – o do leite em pó.


Todo esse investimento foi anunciado no início do ano passado, com a promessa de que o complexo entraria em operação em janeiro deste ano, o que foi frustrado pelos efeitos da pandemia da Covid-19 que atrasaram o cronograma.


Com as novas unidades, a capacidade de processamento da fábrica da Betânia em Morada Nova saltará para 1 milhão de litros/dia.


“Será uma das maiores fábricas de lácteos do Brasil”, celebra com entusiasmo a fonte oficial.


Por Egídio Serpa

Fonte Diario do Nordeste



3 visualizações0 comentário

Vendas e informações

11 2730 0522

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza

Quero expor

MAPA DO SITE